Sign In
RSC
Skip Navigation LinksSanten > Portugal > RSC > Transparência
Contato
A Santen Pharmaceutical aceita com prazer as suas perguntas e opiniões.

Transparência

​A Santen mantém relações com os decisores políticos, as autoridades de saúde, os profissionais de saúde e as associações de doentes. Estas actividades têm por base a transparência e a qualidade da informação. Cumprem os padrões e os princípios implementados. Só os colaboradores da empresa devidamente autorizados para este fim podem conduzir estas atividades.

 

O desenvolvimento clínico é uma fase importante do desenvolvimento de produtos e soluções, que garante boa tolerabilidade e eficácia. Os nossos requisitos de transparência aplicam-se a todas as fases dos ensaios clínicos.

Relações com organizações de doentes

A Santen concentra-se na melhoria da qualidade de vida dos doentes e dos seus entes queridos. Lincentivamos o diálogo ativo para escutar e aprender com eles, de forma a compreender melhor a doença e a desenvolver soluções e produtos seguros e inovadores.

 

Para atingir este compromisso, estabelecemos relações com organizações de doentes e com as pessoas que os acompanham e defendem os seus direitos e interesses. Estas relações têm por base o respeito mútuo, a confiança e a transparência.

Relações com profissionais de saúde

A Santen está empenhada na melhoria da qualidade de vida dos doentes. Para este fim, desenvolvemos relações com profissionais de saúde, peritos e investigadores especializados em oftalmologia e em todas as áreas científicas - que nos permitam desenvolver soluções e produtos seguros e eficazes.

 

Estas relações permitem-nos escutar e aprender com eles em todas as fases de desenvolvimento e fabrico, de modo a satisfazer as suas necessidades e acelerar o acesso a inovações que irão beneficiar os doentes.

Ensaios clínicos

O desenvolvimento dos nossos produtos segue as normas internacionais e os regulamentos locais. A Santen assegura que todos os ensaios clínicos cumprem estas normas e está empenhada em:

  • Tornar públicas as informações sobre os protocolos e os resultados dos ensaios clínicos
  • Assegurar o consentimento livre e esclarecido das pessoas que participam nos ensaios
  • Transmitir às autoridades de saúde informações fiáveis sobre o protocolo do estudo.